segunda-feira, 31 de julho de 2017

O MAPA ASTRAL E NOSSA ORGANIZAÇÃO INTERNA



Por Rebeca Crivelaro Campos

O mapa é uma ótima ferramenta de autoconhecimento que nos ajuda a compreender nossas tendências, desafios e talentos natos. Quanto mais conectados estamos à nossa essência, mais fluímos em alinhamento ao nosso mapa.

O mapa mostra nosso formato de organização interna, com potencialidades esperando para serem realizadas e desafios a serem transcendidos. 

Considero um modelo primário de organização e por isso, uma ferramenta de autoconhecimento poderosa, que é representada simbolicamente por uma mandala que divide nossa vida em doze principais áreas.

Essa mandala seria o retrato da organização da nossa essência, da nossa casa interna e, que a partir de três ingrediente básicos: os planetas, os signos e as casas. Os planetas irão mostrar o que está acontecendo, os signos mostram como está acontecendo e as casas mostram onde está acontecendo.

Nossa mandala astrológica pode funcionar como um modelo de lentes pelas quais enxergamos o mundo externo, e logo, cocriamos nossa realidade externa.

Dessa forma, ter o conhecimento da sua casa interna e saber como ela melhor se organiza, irá determinar positivamente o quê e como você cria sua vida exterior.

Conhecer esse modelo interno nos permite escolher e priorizar o que é melhor para nós, discernir o que é essencial do que é inútil, o que devemos ou não fazer, os relacionamentos mais benéfico a serem mantidos, o trabalho mais alinhado ao nosso propósito, entre outras escolhas mais conscientes.

Você compreenderá que um mindset desorganizado reflete numa vida desorganizada em todos os sentidos. E se não pensar em compreender essa organização interna como um evento primário, provavelmente não terá sucesso em sua organização externa .

Ter conhecimento e organizar a casa interna resulta em uma mudança de percepção diante da vida, uma forma nova e expandida de pensar, sentir e viver.


Vivenciar esse processo de organização interna lhe reconectará à sensação de pertencimento e de estar habitando a sua própria casa.

O mapa não muda ao longo da nossa vida, mas nós nos transformamos continuamente e expandimos a cada experiência vivenciada. Assim, a partir do conhecimento do nosso próprio mapa podemos saber quais são nossos desafios pessoais para poder transcendê-los da melhor maneira e nos alinharmos aos melhores potenciais.

Fazendo analogia com um conceito da PNL, que diz: 'o mapa não é o território', onde existe um mapa interno que vivemos em nossa mente e o território, que é o mundo externo que vivemos e consideramos a nossa realidade. Na Astrologia, o mapa, seria o mapa astral, essa fotografia do céu na hora do nascimento - que não muda, e o território seria nosso nível de consciência, nossa percepção de realidade, nossas crenças e valores, nosso mindset.

Conhecer sua organização interna irá auxiliá-lo diretamente a ter clareza uma maior clareza de seu propósito de vida, compreender suas prioridade e, sobretudo, compreender melhor padrões que o fazem permanecer na sua zona de conforto (nodo sul) e não seguir para sua zona de realização (nodo norte).

Essa é uma breve apresentação do que a minha consultoria, Life Organizing, poderá fazer para gerar uma real transformação na sua vida.

Para mais informações: rebeca.crivelaro@gmail.com 

Namastê

Rebec@
Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem!
Blog Feminino Quântico: http://www.femininoquantico.com.br/2017/07/o-mapa-astral-e-nossa-organizacao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço antecipadamente o seu comentário! Ele será respondido o mais breve possível!