terça-feira, 24 de janeiro de 2017

LUA NOVA EM AQUÁRIO, 27/28 DE JANEIRO, 2017: TRILHAR UM CAMINHO DE LIBERTAÇÃO PRÓPRIA


Por Natália Alba
24 de Janeiro de 2017

Meus amados,

Em um ano em que muitas almas estão começando a despertar do seu casulo e acessando um caminho de libertação própria e criação consciente, somos abençoados com uma poderosa Lua Nova a 8 graus de Aquário, em 27/28 de janeiro, que nos mostra onde estamos em nossa jornada, e que também vai nos ajudar a continuar nos libertando de mais estruturas limitadas, à medida que prosseguimos tecendo nosso Novo Caminho.

Aquário é regido por Urano, o chamado planeta da rebelião, que nos ajuda a trazer a mudança interior, que estamos tão ávidos para encontrar no exterior, lembrando-nos de que nenhuma mudança externa pode realmente ocorrer se primeiramente não nos interiorizarmos e transformarmos o que for necessário.

A Lua Nova aquariana ativa a principal essência deste novo ano, porque esse será um momento de profunda transição, principalmente para aqueles que estão começando a navegar por esta jornada evolutiva, e de iniciação, neste Novo Ciclo, porque os que continuam a acolher os seus aspectos mais elevados, removem mais das velhas camadas do eu inferior, que nos mantêm limitados e contraídos, e abraçam a expansão infinita – assim como a mudança – em qualquer forma que possa vir.

Aquário, um signo fixo, que mesmo pertencendo ao elemento ar, é representado pelo aguadeiro, como um lembrete para que possamos fluir com a liberdade e nos adaptar a todas as condições como a água faz. A água representa as emoções que sentimos, assim como as ideias que mantemos em nosso plano mental (sic) e que na maioria das vezes são fixas e lineares e nos impedem de vivenciar nosso verdadeiro potencial. Esse signo está nos dando a mensagem para liberar as antigas feridas e emoções – retornando ao nosso estado natural de mudança e fluxo constantes, regozijo e pura consciência com Tudo.

No período da Lua Nova, temos outro catalisador para nos libertar de mais das antigas crenças auto-impostas, uma vez que Saturno (o tradicional regente de Aquário) faz quadratura com Vênus e Quíron, que está no signo da cura, Peixes. Saturno representa o nosso aspecto que assume responsabilidade pelas próprias criações, lembrando-nos de nos interiorizar e de quebrar todos os padrões rígidos que construímos internamente e que nos impedem de um maior crescimento em nosso caminho. Por outro lado, Vênus e Quíron estão nos ajudando a ver onde ainda estamos criando barreiras para manifestar abundância ilimitada, em lugar da cura apropriada interna e em nosso domínio físico.

Para mim, essa Lua aquariana, que ocorre a 8 graus (um número que representa a abundância infinita no Universo) vai se referir à observação do eu humano ver onde ele cria a ilusão da carência e da falta de amor, mesmo se forem os mesmos para a abundância, é sempre uma forma de amor. Vocês estão se comportando como os criadores que são, interiorizando-se e dando à luz todos os recursos físicos de que precisam em sua vida cotidiana, sem deixar que as condições externas os distraiam da sua criação? Ou vocês estão permitindo que os desafios e outras circunstâncias os impeçam de manifestar o que vocês realmente desejam?

Se vocês continuarem lendo mas não fazendo, se continuarem assistindo e não sendo, então, vocês têm que se interiorizar e observar por que não estão assumindo a responsabilidade pelo lugar em que vocês estão, no momento, e por qual motivo não estão fazendo o que sentem que é verdadeiro em seu caminho. Vocês não estão ascendendo devido a todo o material que leem e assistem, vocês estarão fazendo isso somente se praticar o que pregam e experimentar tudo em sua vida e transformar todos os desafios e tudo o que não estiver alinhado, a partir de um lugar de compreensão mais elevada e de total respeito com aquilo que a sua alma escolheu para vocês nesta existência.

Uma vez que estamos constantemente sendo apoiados por este vasto e amoroso Universo, no período da Lua Nova temos também muitos planetas no intuitivo e curador signo de Peixes. Temos Marte, Vênus, Netuno, Quíron e o Nodo Sul em Peixes! Esse é um maravilhoso afluxo de cura cósmica para que nos regeneremos, enquanto continuamos desfazendo os padrões fixos de quem costumávamos/ter que ser e fazer, e acolhendo o caminho que está em nossa alma e em nossa natureza. Magia, milagres, revelações da alma, conexão profunda com nossos domínios interiores vão acontecer nesse momento se nos abrirmos o suficiente para receber.

Acolher sentimentos, companheiros de alma e todas as nossas experiências conforme são, é essencial, porque não estamos aqui para negar a natureza humana de nossos sentimentos, mas para permitir que eles venham à baila e se unifiquem com o aspecto verdadeiro e mais elevado de quem nós somos. É exatamente permanecer apegados a determinadas experiências da vida, a companheiros ou ideias que nos mantêm afastados daquilo a que estamos destinados a vivenciar em nossa próxima jornada.

Aquário está nos mostrando o jeito de desfrutar de todas as nossas experiências, mas ao mesmo tempo em que devemos liberar, com gratidão e amor. Não há fixação quando estamos fluindo com o Todo, nem há apego, porque estamos sempre sentindo a unidade com todos os seres que tocaram o nosso coração e compartilharam desta jornada conosco.

A Lua canceriana, que acabamos de ter em 12 de janeiro, também nos ajudou a encerrar, com profundidade, um ciclo interno e liberar todas aquelas emoções ocultas, que ainda reprimíamos, acerca de nossos relacionamentos passados, que nos impedem de usufruir de todas as novas experiências maravilhosas e companhias que se destinam a cocriar conosco neste novo caminho e que só pode vir quando vivemos com nossos corações plenamente abertos, sem temer que algo de fora possa nos ferir, porque tudo é Luz, independentemente de quanto tempo alguns seres escolham viver sob a ilusão de que eles não são, e que cada alma venha nos mostrar algo único e precioso que deveria ser honrado e apreciado.

Não seríamos quem nos tornamos agora, se essas almas não tivessem tocado determinados aspectos nossos que precisavam ser transformados, ajudando-nos a nos conscientizar do que ainda está fragmentado internamente, porque, cada vez que criamos a separação interna, também manifestamos carência em nossas vidas físicas. Essas almas vêm, não para nos ensinar, nos salvar ou nos machucar, isso é o que o nosso eu humano consegue perceber, a partir de sua perspectiva limitada. Elas vêm para nos ajudar a lembrar daquilo que o nosso ser humano esqueceu dentro dos véus da ilusão. Nunca estamos sem esperança, nem mais ou menos, todos nós precisamos uns dos outros nesta jornada evolutiva interminável, de lembrança consciente, para nos ajudar a ver o que nós somos e da necessidade de nos conscientizar, liberar ou sintetizar.

Toda vez que enfrentamos um desafio, estamos na verdade, sendo abençoados com a dádiva divina de nosso Eu Unificado (Superior) para transformar uma falsa percepção, que o nosso aspecto humano tenha promovido por muito tempo, e acolher a realidade do que realmente é, além do que somos capazes de imaginar a partir de nossa experiência humana. A natureza do desafio não importa, porque sempre será acerca de escolher SER o amor que somos ou escolher viver sob a ilusão da separação.

Abundância, amor, alegria e tudo o que vocês desejam atrair do exterior, é quem vocês já são. Vocês são o seu amante, salvador e mago. Vocês estão aqui para se lembrar de como ativar o seu ser humano para fazer descer essa luz para o tangível. Cada vez que desejamos criar algo, devemos visitar nossos domínios internos e fazer isso lá, primeiramente. Não são as luas que vão nos trazer novos companheiros de alma, se não nos amarmos, para começar. Não há alinhamento cósmico exterior que vá melhorar nossas vidas terrenas, se não o fizermos por nós mesmos.

Somos seres soberanos, divinos, dominando o corpo humano, não meros fantoches com quem se brinca. Quando começamos a nos reconhecer como seres abundantes de luz e amor, que somos, como mestres das criações de nossa vida, quando vocês começarem a acolher todos os seus aspectos e perceberem que eles nunca foram bons ou maus, mas simplesmente uma projeção e interpretação do seu eu humano, é quando a verdadeira alegria começa a invadir todo o seu ser e sua experiência, porque é no momento que vocês realmente se lembram dos papéis que concordaram em representar, ajudando-os a libertar-se das ideias preconcebidas que foram implantadas em vocês , permitindo-lhes que vivenciem o seu potencial pleno.

Desejo a todos vocês uma libertadora Lua Nova, amados. Que todos vocês possam libertar-se daquilo que reduz a sua preciosa Luz. E que possam sempre habitar na Presença Luminescente da sua Alma, sempre trilhando o seu caminho de integridade, amor e autenticidade.

Com amor e luz, infinitamente

Natalia Alba
Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem! 
Fonte secundária: Adavai Blog
Tradução: Ivete Brito (adavai@me.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço antecipadamente o seu comentário! Ele será respondido o mais breve possível!