terça-feira, 31 de janeiro de 2017

VOCÊ NÃO VEIO AQUI PARA LUTAR: COMO PERMITIR O FLUXO COM FACILIDADE (GUIAS ANGÉLICOS)




Canalização dos Guias Angélicos
Por Taryn Crimi
25 de Janeiro de 2017

Hoje nós gostaríamos de concentrar sua atenção nos desejos que cada um de vocês tem. Não há uma só alma em seu mundo que não tenha desejos que almeja manifestar para si mesma. Tão frequentemente assistimos em desalento quando você bloqueia esses desejos criando resistência com seus pensamentos de dúvida, preocupação e medo. Há um equívoco muito comum entre muitos em seu mundo, a crença de que você deve provar o seu merecimento, de que você deve provar que você pode superar os obstáculos para merecer tudo o que você deseja criar. Estamos aqui para lhe dizer que você não veio aqui para lutar, você não veio aqui para ver o quão difícil você poderia tornar sua vida, o universo nunca testa você e é sobre isso o que nós gostaríamos de explanar hoje.

Se há algo que mais queremos transmitir a todos vocês é o seu merecimento. Não há nada que qualquer um de vocês possa fazer para merecer algo menos do que a perfeição de tudo o que vocês são. Não importa onde você esteja, não importa quais experiências você manifestou, não importa quais escolhas você tenha feito até este momento nunca é tarde demais para fazer uma nova escolha. Você sempre tem a capacidade de mudar seu foco em algo que o delicia, algo que lhe oferece o sentimento de paz, ou alegria e felicidade.

Muitos de vocês acreditam que o universo está de alguma forma mantendo tudo o que você deseja longe de você até que você prove o seu merecimento, até que você tenha provado que você é suficientemente resiliente, até que você prove que realmente merece todo o bem que ansiava por ter. Como se houvesse algo fora de você responsável por realizar seus sonhos e desejos. E a isto dizemos, não há nada mais longe da verdade. O único capaz de impedir qualquer coisa de se manifestar é você. Os pensamentos que você está tendo, a direção de seu foco, as emoções que você está escolhendo sentir estão diretamente relacionadas com as experiências que você manifesta.

Nós iremos dizer-lhe isto, o Universo está sempre a dar-lhe tudo o que você está em ressonância e não há exceções. Então por que você não tem tudo o que deseja aqui na sua realidade física? A isso respondemos, porque você não está permitindo que seus desejos se manifestem. Certamente muitos de vocês estão completamente inconscientes de que estão bloqueando tudo o que pedem para receber. O Universo está respondendo a cada pedido, cada necessidade, cada desejo de algo melhor, mas você não pode ver os sinais por estar tão focado na falta do que você quer. Seria semelhante a dizer: Estou assistindo o canal 5 na minha televisão, mas o que eu realmente desejo é assistir o canal 10. Se você não mudar o canal, você não pode ver o que está no canal 10. Ele está lá, e é tão real quanto o canal 5, mas você não pode vê-lo por não está sintonizado no canal que prefere. Você apenas continua se concentrando no fato de que você não pode ver o canal 10. E assim é com as coisas que você deseja.

Quando você permitir que seus pensamentos comecem a se concentrar no que você deseja, ao invés de repetidamente e incessantemente se concentrar no que você não quer, você começará a ver o desdobramento de tudo o que deseja em tal perfeição que entrará em choque com a facilidade com que tudo começará a fluir em sua vida. Você entende nossa analogia? Você deve estar sintonizado com a vibração da criação a fim de ver os sinais e impulsos que o Universo está sempre dando a você. O Universo nunca impede seus desejos de se manifestarem a você.

Vemos como tantos de vocês se mantêm concentrados em tal desespero, frustração, porque sentem que não têm controle sobre suas vidas, que não têm o poder de criar seus sonhos e por eles estarem ausentes por tanto tempo, quando na verdade uma simples mudança em seu foco é tudo o que é necessário para permitir que seus sonhos se desdobrem da maneira mais maravilhosa. Muitos de vocês acreditam que devem perseverar, que devem forçar seus sonhos a se manifestarem, que os sonhos não são dados. Se pudéssemos persuadi-lo a concentrar mais a sua atenção no que você quer, ao invés de se concentrar na falta dele, você veria como as coisas facilmente começariam a se encaixar.

Costumamos dizer, você não pode se concentrar no medo e na fé ao mesmo tempo. Você não pode se concentrar na falta de recursos, atraindo a abundância. Uma vez que você começa a deliberadamente escolher seus pensamentos porque você sabe que você é o criador de sua realidade, você realmente começará a se maravilhar como mais facilmente a vida pode ser sentida. Você não pode se concentrar em como tudo é difícil e esperar que tudo fique mais fácil porque é para isso que você está dando preferência. O Universo está sempre entregando a você mais do que você se concentra. Alcance os pensamentos que o fazem se sentir bem. É realmente muito simples. Você nunca tem que sentir algo que você não quer. Você diz: “Oh… Mas e todas essas experiências perturbadoras ao meu redor?” A isso lembramos, seu foco, seus pensamentos estão sempre sob seu controle e ninguém mais pode escolhê-los para você. Há sempre algo que você pode se concentrar o qual agrada você. Sempre.

Você não veio aqui para lutar, você não veio aqui para provar seu merecimento, nem veio aqui para ver quantas dificuldades você poderia descobrir. Você simplesmente veio aqui para experimentar a alegria de criar tudo o que você deseja em uma realidade física. Mas você esqueceu momentaneamente sua divindade, esqueceu-se de como jogar, esqueceu-se que veio para a satisfação de manifestar seus desejos. A vida não é para ser tão difícil. Você veio aqui para se divertir. Não se preocupe tanto em cometer erros, realmente não existe tal coisa. Você sempre terá novos desejos, e sempre será incrivelmente agradável cada vez que você permitir o Universo entregá-los. Então, respire fundo e relaxe no conhecimento de que você é infinitamente apoiado em tudo o que deseja. Você está sempre no controle, você pode criar qualquer coisa que você deseja. Nunca há um sonho muito grande. Você segura a chave para todos os seus sonhos. Comece a se concentrar no que você quer, ao invés de estar tão focado no que você não tem. Sinta como seria experimentar esses sonhos agora. Qual é a sensação de ter seus desejos agora? Jogue com este conceito e você começará a ver novas oportunidades fluírem em sua vida.

Esperamos ter ajudado à você de alguma forma.

Em Amor e Luz, 

Nós somos seus Guias Angélicos.
Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem! 
Fonte secundária: Semente das Estrelas 
Tradução: Valéria Albuquerque 

O TEMPO É O DE SUBSTITUIR OS RUÍDOS DA MENTE PELA BRANDURA NO CORAÇÃO (MÃE MARIA)

Canalização de Mãe Maria
Por Michelinha OM e Thiago Strapasson
29 de Janeiro de 2016

Que as bênçãos do amor tragam paz aos seus corpos, mentes e corações.

O tempo é o de substituir os ruídos da mente pela brandura do coração.

Por muito tempo, a humanidade andou em um duro processo de observação da vida a partir da mente linear. A mente, meus filhos, que é um instrumento sagrado concedido por Deus, para viverem e compreenderem o ambiente tridimensional.

Eu sei que muitos de vocês não compreendem o que digo, porque, por toda a existência de vocês nesse planeta se utilizam da mente para a própria manutenção da vida. Pois ela é o que os permite a sobrevivência do corpo físico, o se alimentar, se cuidar fisicamente, o amar humano, e porque não o de se perpetuarem na experiência pela união dos corpos.

Mas é tempo, meus filhos, da humanidade se descolar desse controle, e se abrir aos sentimentos e sensações que os levam para fora desse padrão.

A mudança planetária no ambiente em que vivem, talvez seja uma das mais duras de toda a história cosmológica. Pois jamais as almas haviam adentrado em um processo mental tão poderoso, a ponto de abandonar completamente a maestria dos dons da vida eterna.

O mundo passa a ser explicado, planejado, compreendido, comprovado e não sentido. Mais que isso, passa a ser pouco vivido.

Pois nesse ambiente mental que estão inseridos, os homens se fecham à verdade maior, aquela verdade à qual a mente foi projetada para não sentir.

A humanidade se fecha ao sentir do coração, e racionaliza a vida, controlando-a e a fechando em uma caixa de poucas surpresas.

Filhos do coração, a vida é maior, é mágica, e dentro dessa caixa mental que se aprisionaram, existe muita ajuda universal que a sua vibração é capaz de movimentar. Vocês movimentam toda a ajuda possível através de seu amor, de suas emoções, da vibração que irradiam de seus corações.

Nesse momento vocês simplesmente se libertam da caixa mental que se aprisionaram e percebem a luz que existe dentro de vocês. Vocês se abrem à benevolência do amor de Deus a todos os filhos.

Observem, amados filhos, o quão mental é o mundo em que vivem, apenas sentindo o quanto ainda se vinculam às dores que os cercam.

O quanto, filhos meus, vocês se prendem à ilusão da matéria, desejando os bens para si, desejando a vida de outros, sonhando com a felicidade material, quando tudo isso jamais os satisfará, porque o que realmente procuram está no amor de seus corações, na eternidade da vida.

É sim um duro processo, o da vida tridimensional na Terra. Porque ele retira a maestria de sua alma, e os coloca a serviço de um processo mental coletivo de medo, restrições e disputas.

Por isso, disse meu filho Jesus, em uma passagem de sua vida terrestre, que seria impossível servir a dois deuses, o material e o eterno. Pois o Deus da matéria, reside na mente, naquilo que vocês acreditam e que ensinaram. Mas o Deus eterno, é aquele que confia na sabedoria universal e no amor, para que dessa conjunção haja a fé e a paz, com a devoção a Deus.

É a mente filhos, é o processo mental, que os conduz às durezas da vida, pois o caminho do coração é leve e suave, pois ele não julga, não critica, não odeia, ele ama e aceita com confiança e fé na vida.

O que venho lhes dizer, filhos, é que abandonem as restrições que a matéria e o ego impõe em vocês. Abandonem o medo, pois o medo e o ego são os aspectos que julgam, e que colocam restrições em suas caminhadas.

O abandono das experiências materiais por completo, para viverem as experiências da alma, não trará o aprendizado necessário à sua evolução. Pois o sentimento que movimenta o colocar de restrições é o ego, é o medo e o aflorar de julgamentos.

O medo, filhos, não precisa fazer parte das suas caminhadas. Vocês encontram por um momento o caminho da luz e da leveza, o caminho da paz e da plenitude. E acabam por afastarem-se das experiências da matéria, porque sustentam o medo de se perderem dentre os impulsos que são trazidos pela experiência material. Mas acabam por estacionarem em seus ciclos de evolução, pois se fecham em uma realidade onde o julgamento os impede de aprender e evoluir.

Todos os seres, todas as experiências que são trazidas através do viver na matéria, são negados, e, portanto, acabam se fechando ao aprendizado.

Estão, filhos, queridos, impedindo que vocês mesmos galguem o seu processo de aprendizado e crescimento. As experiências materiais devem ser vividas, mas com o coração, seguindo sempre o seu propósito divino, com a irradiação do amor.

As situações que ocorrem em vossas vidas e que, por algum momento, os causam repulsa e julgamento, devem ser olhadas com amor e acolhimento. Vocês devem servir à sua verdade, que é aquilo que vibra em seus corações, e que está além da experiência material.

A partir desse ponto, o “servir” ao material, não mais existirá. Pois vocês passam a viver as experiências materiais com leveza e ancorando todos os aprendizados no coração. Permitindo que o amor tome as decisões e guie as suas vidas. Inseridos ainda na vida material, vão percorrendo os vales de aprendizado, as escolas de lições, e as quedas que proporcionarão crescimento e maior elevação. Mas todas essas experiências, quando aceitam que sejam vividas plenamente, agregarão muito ao seu crescimento e à evolução planetária, pois trarão a possibilidade de iluminar esses aspectos ligados a matéria, nos pontos que chegam até vocês, e também irradiar em todo o campo que esse aspecto atinge, em toda a humanidade.

E saibam, meus amados, que o único propósito das suas vidas na Terra, é o de se desvincularem desse processo mental coletivo, abandonando as restrições que adentraram nesse mundo. Ao assim fazerem, estarão cada dia a fortalecer as suas essências, para que, da sua própria luz, se sobressaia tudo o que guardam dentro de vocês. Estarão se abrindo à eternidade da vida, e compreendendo o mundo em que vivem.

Eu os deixo a refletir sobre esse processo em suas vidas, porque sou Maria, sua mãe, e ancoro a missão de dar as mãos a guiar a todos os que estiverem ainda cegos a sentir a realidade da alma.

Não é possível servir a Deus e a Mamon. Mas é possível servir a Deus e acolher Mamon, com amor, para que se eleve a experiência material até o divino.

Estejam em Paz meu filhos, Sou maria sua Mãe
Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem! 
Blog Feminino Quânticohttp://www.femininoquantico.com.br/2017/01/o-tempo-e-o-de-substituir-os-ruidos-da.html

PURIFICANDO O CORAÇÃO


Por Deepak Chopra 

Existe um centro no corpo onde o amor e o espírito se unem, e esse centro é o coração. É seu coração que dói ou cresce com o amor, que sente compaixão e confiança, que parece vazio ou cheio.

Dentro do coração existe um centro mais sutil que experimenta o espírito, mas o espírito não é sentido como uma emoção ou sensação física. Como então você pode entrar em contato com ele? De acordo com os mestres espirituais, o espírito é experimentado primeiro como a ausência daquilo que não é espírito.

Na Índia, isso é descrito como Netti, netti, que significa "não é isso, nem aquilo".

O espírito não é causado, não é limitado pelo tempo e espaço, não é uma sensação que pode ser vista, tocada, escutada, provada ou farejada. Isso pode parecer uma maneira surpreendente de definir alguma coisa, mas imagine que você nunca tenha visto a cor branca, que todo o mundo consistisse em vermelho, verde, azul e todas as outras cores.

Então, certo dia, um mestre vem até você com uma camisa negra e diz:" Se você lavar isso muitas vezes, vai ver que ela é branca." Se você pede para ver o branco antes de lavar a camisa, está pedindo o impossível. O negro é a soma de todas as cores, e só se você lavá-las todas é que o branco vai aparecer.

Do mesmo modo, sua vida atual é formada de sensações, não só de cores, mas de todos os estímulos que chegam através dos sentidos. Algumas dessas sensações podem ser muito prazerosas, mas nenhuma delas é adequada para dizer-lhe o que é o espírito.

O espírito está por trás das camadas das sensações. Para experimentá-lo, precisa-se ir até o coração e meditar sobre ele, até que tudo que obscureça o espírito seja limpo. A finalidade do exercício seguinte é dar-lhe a experiência de tornar seu coração puro o bastante para testemunhar o espírito.

Puro, aqui, não significa bom e virtuoso, significa livre de impurezas, sem qualquer julgamento de valores. Nas palavras de William Blake, estamos limpando as portas da percepção.

Simplesmente traga sua atenção de volta para o centro cardíaco. Quer ele fale com você com tristeza ou medo, deleite ou prazer, sua mensagem é igualmente benéfica. Prestar atenção no coração é o objetivo desta meditação.



Sente-se confortavelmente num lugar tranquilo sozinho, escolhendo uma hora em que vai estar equilibrado e sem pressa. De manhã cedo é a melhor hora, já que a sua mente estará alerta e descansada; tente evitar a noite avançada, quando a sua consciência está se preparando para o sono.

Feche os olhos e focalize a atenção no meio do peito, onde está o coração (o fato de que o coração físico está à esquerda é irrelevante - o centro cardíaco espiritual está diretamente atrás de seu esterno). Fique consciente de seu coração como um espaço. Não tente escutar seu batimento cardíaco ou qualquer outro som que você acha que um coração faz à medida que bombeia o sangue.

O centro cardíaco que você quer encontrar é um ponto de consciência por onde entram os sentimentos. Em sua forma pura é vazio, permeado por uma ausência de preocupações, paz e luz sutil, sem peso. Essa luz pode parecer branca, dourada, rosa-pálido ou azul.

Mas novamente não tente se esforçar para encontrar uma luz de qualquer tipo. Você não está tentando sentir a pureza do centro cardíaco neste momento; tudo que você precisa sentir é o que quer que esteja lá.

Deixando sua atenção repousar tranquilamente ali, respire suavemente e sinta sua respiração indo para o centro cardíaco. Aqui você pode querer visualizar uma suave luz pastel, ou um frescor permeando o peito. Deixe que a respiração entre e saia, e enquanto isso, peça a seu coração que fale com você.

Não coloque isso como uma ordem; simplesmente tenha a tênue intenção de que quer que seu coração se expresse. Durante os cinco ou dez minutos seguintes, sente-se e escute. Seu coração vai começar a liberar emoções, memórias, desejos, medos e sonhos há muito tempo acumulados e, enquanto o faz, vai começar a prestar atenção.

Você pode receber quase imediatamente um lampejo de emoção intensa, positiva ou negativa, ou uma memória esquecida. Sua respiração pode mudar; você pode ficar ofegante ou suspirar. Deixe que a experiência aconteça. Caso comece a ter devaneios ou fique com sono, não se preocupe.

Simplesmente traga sua atenção de volta para o centro cardíaco. Quer ele fale com você com tristeza ou medo, deleite ou prazer, sua mensagem é igualmente benéfica. Prestar atenção no coração é o objetivo desta meditação.

Você vai notar, enquanto continua a fazer esse exercício, que três coisas estão se unindo naturalmente: meditação, purificação e atenção.

Você está aprendendo a estar com seu coração para prestar atenção em seu significado espiritual - isso é meditação.

Você está deixando que o material reprimido venha à tona para ser liberado - isso é purificação.

Você está prestando atenção em seu coração sem julgamento ou manipulação - isso é atenção.

Esse processo é como lavar uma camisa para revelar sua brancura; não fique perturbado se intensas emoções negativas, ou até mesmo o desconforto físico, começarem a aparecer.

Diga a si mesmo que essas sensações estão indo embora; simplesmente peça a elas que vão com facilidade e conforto. Se vozes de medo, raiva ou dúvida começarem a falar, peça a elas que vão embora tão facilmente quanto desejarem. (No caso de dores no peito persistentes, particularmente se há histórias de doenças cardíacas em sua família, você deve naturalmente consultar um médico).

Depois de alguns dias ou semanas praticando essa meditação, você vai saber se quer que ela seja uma parte permanente de sua rotina diária. Acredito que colocar atenção no coração é algo valioso como uma adição para qualquer programa espiritual; viver a partir do centro do espírito é uma meta constante para qualquer um ao trilhar o seu caminho.

Deepak Chopra

Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem! 
Blog Feminino Quânticohttp://www.femininoquantico.com.br/2017/01/purificando-o-coracao.html
Fonte primária: Deepak Chopra Facebook
Fonte secundária: Penso Positivo

FEVEREIRO DE 2017: O PADRÃO ENERGÉTICO DE LUZ (ARCANJO ZADKIEL)

Canalização do Arcanjo Zadkiel e da Arcangelina Ametista 
Por Linda Robinson
Fevereiro de 2017

Saudações, meus amados,

NÓS SOMOS Arcanjo Zadkiel e Sagrada Arcangelina Ametista, e os cumprimentamos com Amor e Luz. Hoje, gostaríamos de examinar o seu padrão energético de Luz.

Vocês são Seres magníficos de Luz.

Quando irromperam do Criador, vocês continham todos os atributos dos Raios de Luz. Vocês foram impregnados com todas as qualidades necessárias para manifestar suas missões, através dos eons. Em cada existência, vocês atraíram do seu depósito de atributos, as qualidade que eram necessárias para aquela encarnação particular. Cada vez que vocês trabalhavam com uma dessas qualidades, ela se tornava mais forte e mais brilhante. Isso se tornou parte do seu rolo da vida nos registros akáshicos.

Enquanto se preparavam para cada encarnação sucessiva, vocês e a sua equipe de conselheiros espirituais, nos Reinos Superiores, revisavam o que fora realizado nas encarnações precedentes e o que vocês queriam trabalhar na próxima.

Em alguns casos, era um equilíbrio e fortalecimento de determinados atributos. Se não tivessem realizado aquilo que desejaram em sua última encarnação, vocês tinham uma oportunidade de trabalhar essa qualidade em uma existência futura. Assim, o seu padrão energético de Luz se desenvolveu ao logo do tempo.

Conforme revisavam cada encarnação completada, vocês puderam observar o seu padrão energético de Luz de uma perspectiva mais elevada. Vocês podiam ver que, cada vez que fortaleciam uma qualidade, ou eram bem sucedidos em superar um desafio, essa parte do seu padrão de Luz se tornava mais brilhante.

Vocês começaram a perceber que essas qualidades e experiências formavam o que poderia ser chamado de padrão energético ou matriz de Luz. Isso era, e continua sendo, o seu padrão vibratório pessoal de Luz. É o padrão vibratório por meio do qual vocês são conhecidos através das dimensões. Quando ele é visto de longe, pode parecer uma vibração única. Todavia, sob uma inspeção mais detida, assemelha-se a uma matriz ou padrão de Luz.

Esse não é um padrão vibratório estático. Em vez disso, ele flutua e muda de acordo com as suas experiências e suas reações a elas. Pode-se imaginar como uma matriz flutuante e vibrante ou um padrão. Uma comparação terrena seria um pedaço de tecido transparente agitando-se suavemente sob uma brisa. Assim como o tecido compõe-se de fios diferentes para formar a aparência geral, o seu padrão vibratório de Luz é a mesma coisa. Cada fio de Luz em seu padrão representa as qualidades e experiências, bem como suas reações a elas.

Todas as suas crenças e emoções afetam o seu padrão de Luz. Quando vocês mudam uma de suas crenças ou atitudes, uma ligeira ondulação repercute em seu padrão de Luz, e um novo e refinado padrão se forma. Cada vez que vocês expressam amor incondicional, o seu padrão energético se torna mais brilhante e mais sintonizado com uma vibração superior.

Essas mudanças podem ocorrer gradativamente, ou podem mudar, literalmente, da noite para o dia. Um dia, vocês podem ser atraídos para determinados programas de televisão, itens ou situações. No próximo dia, eles não exercem nenhum fascínio ou atração sobre vocês. Pode ser comparado a se remover um conjunto de roupas e colocar outro em que vocês se sintam mais atraídos. Vocês mudaram uma crença, uma atitude ou uma emoção, e isso mudou o seu padrão energético.

Se vocês se depararem com uma dessas mudanças, vocês podem desejar dar uma pausa e refletir no que ocorreu. Vocês podem constatar que obtiveram uma compreensão mais elevada e uma expressão mais ampliada do Amor por todos. Vocês podem achar que refinaram o que é realmente importante para vocês.

À medida que passam por essa revisão, vocês podem querer agradecer pela compreensão mais elevada que obtiveram. Cada experiência contribuiu para o seu padrão de Luz. Permitiu que vocês decidissem que qualidades desejam levar adiante e quais situações apoiam o seu novo e refinado padrão de Luz. A expressão do Amor lhes permite transmutar e transformar qualquer aspecto menos positivo de uma situação anterior. Vocês podem desejar envolver a situação com a Chama Violeta, como parte do processo de transmutação. Quando vocês dão graças por aquilo que aprenderam, o processo de transmutação permite que a energia seja transformada em Luz superior.

Um revisão periódica do que é importante para vocês pode ajudar nesse processo. Comecem a sua revisão a partir de um ponto de Amor. Isso pode ser feito por concentrar-se no centro do seu coração e em sua Centelha Divina de Luz. À medida que continuam a concentrar-se no centro do seu coração e na sua Centelha Divina, todo o seu Ser será envolvido em uma aura de Amor, e a sua vibração se elevará para um nível superior. Cada vez que repetirem esse processo, a sua Centelha Divina de Luz se torna mais forte e mais brilhante e vocês podem se conectar de modo mais fácil com os níveis vibratórios mais elevados. Isso os conduz a uma compreensão e perspectiva mais elevadas. O seu padrão vibratório de Luz torna-se cada vez mais refinado e vocês continuam a elevar-se suavemente para dimensões cada vez mais elevadas.

Amados, estamos felizes porque vocês estão elevando e refinando o seu padrão vibratório de Luz para níveis superiores. Vocês são uma Luz brilhante através das multidimensões.

NÓS SOMOS Arcanjo Zadkiel e a Sagrada Arcangelina Ametista

… e os envolvemos com Amor.

E assim é.
_____

Nota de Linda:

Caríssimos amigos,

Gostaria de compartilhar meus pensamentos pessoais acerca da mensagem deste mês.

Sempre quis saber como as preferências e os desejos podem mudar, literalmente, da noite para o dia, por isso fiquei emocionada quando Arcanjo Zadkiel e a Sagrada Arcangelina Ametista me trouxeram essa explicação.

Um dos mais memoráveis exemplos de uma mudança da noite para o dia ocorreu no começo da minha jornada espiritual. Naquela época, eu adorava assistir novelas. Eu deveria gravá-las a cada dia e assistia quando voltasse para casa depois do trabalho. Eu não queria perder um único episódio!

Então, tive uma experiência espiritual que mudou tudo. Em uma viagem de fim de semana, estava escutando uma de minhas seleções musicais favoritas da Nova Era, e, de repente, me vi em algum tipo de iniciação espiritual. Eu me vi em uma capela com bancos simples de madeira e corredores à esquerda e à direita. Eu estava usando um longo vestido branco. A única outra pessoa na capela era um Mestre Ascenso muito elevado que presidia o altar. Eu me vi deslizando pelo corredor esquerdo até o altar. Quando cheguei ao altar, fiz alguma espécie de votos e a figura espiritual/Mestre Ascenso colocou suas mãos em minha cabeça. Senti-me transformada.

Essa visão era profunda e o sentimento permaneceu comigo. Quando voltei de minha viagem de fim de semana, constatei que não tinha mais desejo de assistir a novelas! Foi uma mudança permanente. Fiquei surpresa pelo fato de como essa mudança foi profunda, eu quis saber como poderia ter acontecido tão rápido. Não envolveu decisão consciente. Apenas aconteceu.

Agora, com essa explicação de Zadkiel e da Sagrada Ametista, eu compreendo que, quando o padrão energético ou matriz muda, as preferências por atividades podem também mudar, literalmente, da noite para o dia. Meu padrão energético de Luz foi reorganizado e não incluiu mais o meu desejo anterior de assistir novelas.

Posso agora olhar para trás e ver como isso ocorreu em outras situações. Deu-me uma compreensão mais elevada da importância de monitorar meus pensamentos, sentimentos e atividades, uma vez que eles se relacionam com a minha matriz energética de Luz.

Espero que essa explicação e compreensão vá ajudá-los a aplicar esse conceito em situações que vocês podem ter enfrentado.

Muito amor e muitas bênçãos,


Linda.
Fonte primária: Personal Path of lLife
Direitos Autorais: Todos os direitos reservados a Linda M. Robinson, http://www.PersonalPathwaysOfLight.com. Vocês podem copiar e compartilhar livremente. Por favor, copiem a mensagem na íntegra e deem crédito ao Arcanjo Zadkiel, conforme transmitida por meio de Linda M. Robinson, PersonalPathwaysOfLight.com.
Fonte secundária: Adavai Blog
Tradução: Ivete Brito (adavai@me.com)

COMO DISCERNIR SEUS PRÓPRIOS SENTIMENTOS? (MONJA COEN)

Por Monja Coen


Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem! 
Fonte primária: Canal MOVA

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

LEMBREM-SE DE QUE TUDO COMEÇA COM VOCÊS (ARCANJO MIGUEL)

Canalização do Arcanjo Miguel
Por Leslie-Anne Menzies
30 de Janeiro de 2017

Meus queridos,

Houve uma mudança poderosa nas energias nas últimas vinte e quatro horas. Continuem mantendo a sua Luz elevada, porque é muito necessário neste momento. À medida que os antigos sistemas continuam a desmoronar, como devem, vocês são incumbidos de estender o seu Amor/Luz a TODA A HUMANIDADE.

Tempos como nenhum outro, de que possamos nos lembrar, meus queridos. Estes são os momentos que vocês ESCOLHERAM vivenciar. Para muitos, aprender que vocês escolheram esta época/esta experiência tem sido o melhor desafio, mas vocês estão agora aprendendo a aceitar o compromisso e o aprendizado para avançar com o conhecimento desta realidade.

As transformações e mudanças parecem implacáveis e isso é devido à necessidade da hora, de avançar e permitir que entre em vigor tudo o que é preciso para transformar e regenerar.

Meus queridos, vocês podem sentir as mudanças internas também. Tanta coisa está acontecendo em seus veículos corpóreos divinos, conforme vocês assumem mais da energia cristalina divina, que são os Novos Vocês. O que está se revelando dentro de vocês é miraculoso – nunca foi realizado antes: passar da densidade do corpo, à base de carbono, para uma nova estrutura cristalina. Milagres estão se manifestando em sua consciência cotidiana e, no entanto, para muitos, é como se nada estivesse acontecendo!

Mais Almas, que escolheram, despertarão agora, e para algumas será instantâneo. Essas Almas vão precisar do seu amor e apoio, enquanto processam o que aconteceu em um espaço muito curto do tempo da Terra.

Sejam o Amor que vocês vieram ser, sejam a Luz que vocês sabem que são.

O desenvolvimento da Nova Terra está em uma rápida trajetória, e, como mencionado, este ano se revelará de maneiras que vocês não conseguem ainda imaginar.

2017 sempre foi para ser “único”. Tudo o que se colocou em movimento em 2012 foi destinado a este ano, para permitir que muito mais Almas despertassem e um pouco de tempo extra para subirem à bordo.

O trem está se movimentando cada vez mais rápido, agora, e espera-se que este ano de enorme transformação vá encantar e desafiar a todos vocês em um só fôlego.

Respirem de modo profundo, meus queridos, lembrando-se de que vocês “escolheram” essas experiências para o desenvolvimento de sua Alma. Vocês são os Mestres convocados do Planeta Terra. Ninguém, senão VOCÊS, podia ter realizado o que vocês estão fazendo agora. Vocês caminham de mãos dadas conosco todos os dias. Nós os honramos por aquilo que vocês estão proporcionando ao próprio desenvolvimento e ao coletivo.

Um momento como nenhum outro, com certeza.

E o melhor ainda está por vir, de fato.

A sua integração dessas mudanças energéticas é o que está permitindo à Mãe Terra e a vocês fazerem esta maravilhosa transformação.

Novos Vocês, Nova Terra, neste ano de novos inícios – tudo está em perfeito alinhamento, meus queridos.

Muita coisa para se ficar empolgado à medida que vocês desvendam este ano de abundância em todas as áreas da sua vida. Alegria e, sim, paz – vocês conhecerão a paz, meus queridos – lembrando-se, de fato, de que tudo começa com VOCÊS.

Seres Divinos, é nosso deleite, como sempre, fazer esse passeio ao seu lado – amando-os e apoiando-os de todas as maneiras.

Mãos nos corações, o passeio está apenas começando a acelerar.

E assim é.

EU SOU ARCANJO MIGUEL.


Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem! 
Fonte primária: Leslie-Anne Menzies 
Direitos autorais: leslie-anne@angelstoinspire.com.au/ Ao compartilhar esta mensagem, favor respeitar os créditos, sem acrescentar ou extrair nada do texto publicado.
Fonte secundária: Adavai Blog
Tradução: Ivete Brito (adavai@me.com)

INICIANDO A TERAPIA TRANSFORMACIONAL (KUAN YIN)

                                                                   

Canalização de Kuan Yin
Por Michelinha OM e Thiago Strapasson
25 a 28 de Janeiro de 2017

A CALMA NO PROCESSO TERAPÊUTICO

Entende-se por calma, um processo que nasce no interior do espirito e acopla no corpo búdico, manifestando aquela realidade no espirito. A calma parte de um estado de confiança interior, que se desdobra numa paz manifestada exteriormente.

A calma, pode ser estabelecida como meta diária, a ser trabalhada em todas as dimensões do corpo, e também deve ser trabalhada em todas as dimensões do espirito. Pois pela calma temos um estado de entrega e confiança. É um estado de agradecimento à Deus que irradia a alma.

Muitos acham que a calma somente é obtida com o silenciar da mente e o trabalho de olhar a si mesmo. Mas eu vos digo em verdade que não é somente trabalhando dessa forma que conseguirá atingir o que desejas. Porque a calma não está ligada ao estado de silêncio interior, mas principalmente em um estado de desapego, de confiança, de entrega e gratidão à Deus por tudo que nos és dado, tanto aquilo que nosso ego considera como bom ou ruim. Tudo é um presente de Deus em nossa vida, tudo nos traz calma na resolução daquilo que momentaneamente não nos preenche, não nos agrada e que é visto como um obstáculo. A calma é um estado de confiança, onde não se vê os problemas, os atrasos, pois tudo está fluindo na mais absoluta perfeição. A calma então irradia do interior um sentimento de paz e confiança. O externo vem e olhamos a ele com calma, em paz, em confiança.

Manifestar a calma está em um patamar diferente do que ter a calma como morada do coração. A manifestação do sentimento se dá a partir do momento em que ele pode ser expressado como a materialização de algo que já existe manifestado no interior. Seria somente a exteriorização de algo que já existe dentro de forma consolidada e com bases firmes. A calma como morada do coração requer a confiança, mas principalmente a gratidão, o reconhecimento da verdade. A calma do coração é algo lindo de se ter, ela é como uma dança de pétalas ao vento, ela flui junto dos obstáculos e com leveza vai percorrendo o caminho ao seu destino. Nada a tira do caminho embora o vento a jogue docemente de um lado a outro e vai fluindo e percorrendo o caminho. É uma dança da leveza ao vento, como algo leve a ser carregado docemente pela brisa da manhã.

A FUNÇÃO DO TERAPEUTA

O trabalho terapêutico requer essa leveza. É um trajeto que não se controla, mas que é conduzido com a leveza do fluxo e calma do coração. O terapeuta sabe que tudo flui na mais absoluta perfeição, ele realiza a leitura energética e vai conduzindo o tratamento com leveza daquele que traz a fé e calma do coração, irradiando sua paz e confiança a ser o exemplo ao paciente. Para ele tudo está perfeito, porque a calma está em seu interior.

E nessa calma interior vocês necessitam observar o caminhar das pessoas, as reações, os gestos. Vocês fazem a leitura energética daqueles que se relacionam o tempo todo. Nós sabemos que o simples olhar é capaz de despir muitos que cruzam seus dias a os mostrar detalhes que nem mesmo eles conhecem.

Atentem-se, amados, a esses detalhes pois eles serão as portas que os abrirão ao primeiro contato com aquele que lhes pedem ajuda. Esse olhar que busca na profundeza a verdade já os dirá do que estamos a falar. Mostrará do amor a dor, da calma a ira, da inquietação à plenitude. São como termômetros a lhes dizer muito. Essa é a porta da primeira abordagem. A leitura energética que os trará o contato com a fonte em um simples olhar. Atente-se, pois saberão ao observar o campo energético daquele que os procura e partir daí, com a calma do coração, saberão a forma de abordar as mais diversas situações.

Não há uma regra para isso, a abordagem. Vocês olham e veem o momento e a partir do tom energético saberão como se aproximar. Essa leitura os mostrará como abrirem os primeiros apontamentos. Pois nessa primeira abordagem alguns pontos devem ser levantados, mas não por aquilo que te dizem, pois quem está a dizer é o personagem a sua frente. A verdade será mostrada por sua intuição, onde sentirão a tristeza de seus irmãos, a imersão mental, a falsa alegria.

O estado energético será a primeira avaliação e a partir dele podem iniciar uma abordagem mais sincera e com amor expor os pontos guardados. Vocês abrirão as portas dos sentimentos reaprendidos deixando com que o paciente fale não pelas palavras, mas por seu campo vibracional. É o campo o foco que os mostrará a verdade como ela é. A fala, a história é o acessório. Vocês sentirão a energia e a guiarão para, digamos, expor e sugestionar o direcionamento da conversa. Esse método levará a pessoa a tomar contato com suas dores por si mesma, sem que digam muitas palavras. A energia vai guiando sua fala e gentilmente apontam aquilo que sentem. É um belo exercício para iniciarem o processo de abordagem. Tudo se inicia pela abordagem. Posteriormente entrarão no processo de terapia.

Mas a abordagem exige a calma interior, a confiança, a leveza da pétala, para que nessa ancoragem de amor vocês realizem a leitura sem o comprometimento do julgamento, da inquietação e da não paciência. A calma interior é o início da abordagem.

Vocês abordam e iniciam a orientação, apontando os pontos que necessitarão ser trabalhados. Primeiro os mais simples, mas fáceis de lidar, depois os mais espinhosos, mais doloridos, mas um a um, sempre com calma.

O MÉTODO TERAPÊUTICO: O ESTADO DO TERAPEUTA E DO PACIENTE

Durante o trabalho terapêutico, todas as características que necessitam serem limpas ou transformadas devem ser trabalhadas no interior das seguintes formas: repetindo o comportamento observando a si mesmo por 21 dias, e manifestando o comportamento de forma natural após os 21 dias. Esses comportamentos serão sempre trabalhados a partir de um estado de interior de confiança de que de forma leve o processo se dará. Não há exigência quando ao tempo do trajeto, pois o ciclo pode ser reiniciado e reiniciado, até que se ancore.

As terapias que fazem com que as pessoas sejam forçadas a manifestarem o comportamento para o lado externo sem o devido tempo de trabalho interno passam a ser apenas superficiais. Podem mascarar uma situação de cura e equilíbrio simplesmente pelo fato de criarem uma programação temporária na mente do paciente que, repetindo o comportamento através de um controle da mente, passa a repeti-lo por mais determinado tempo. Até que enfim, a irradiação do comportamento antigo acaba por se manifestar novamente pois ainda está ativo no interior. Ele precisa ser limpo interiormente, por isso após a abordagem se inicia o tratamento, que é a orientação, ela se dará na leveza do fluxo e dentro do tempo de Deus. Nem sempre um único ciclo será o suficiente. Ele muitas vezes será repetido e repetido até haja a verdadeira purificação interior.

A cura interior é o foco do trabalho. Pois tudo que é trabalhado de forma superficial só pode ser resultado de um trabalho prévio interior, onde foi transformado o comportamento que deseja ser modificado. Então a cura interior com calma, dando tempo para que o novo se projete na vida do paciente, que ele sinta suas feridas abertas, que a dor seja trazida para o purificar de tudo aquilo que o restringia.

Mas eu advirto que não serão todos que terão a força e confiança, a calma do coração para lidar com as situações, mas o terapeuta deve se lembrar nessa situação da leveza da pétala ao vento. Não há o envolvimento, mas a permissão para que tudo se dê no tempo mais adequado. O livre arbítrio é sempre respeitado para todos, a calma é o pilar desse respeito.

A manifestação da calma através de novos comportamentos das pessoas, só será observado como algo definitivo, a partir da cura interior. Então o terapeuta a partir da observação passará a provocar os pontos a serem trabalhados no paciente, aqueles a serem observados. Sua função é expor, para que sejam curados interiormente, do coração à alma, para que se manifeste na realidade física.

Essa cura interior, se dá somente com a abertura dos sentimentos armazenados e que são negados pelo próprio paciente. Esses sentimentos são rejeitados de forma tão intensa que acabam por não existir mais em uma realidade ilusória criada pela mente. Mas que permanece armazenada nos registros akáshico. O terapeuta, observando calmamente os comportamentos, a partir da irradiação energética, expõe os sentimentos à reflexão calma e amorosa, sempre com a leveza da pétala ao vento. Pois saibam que estarão movimentando dores profundas, muitas vezes irreconhecíveis, mas que não devem ser julgadas, mas aceitas com graça e facilidade. E assim devem ser expostas com cuidado e fé.

A manifestação dessas emoções, que podem vir à tona em momentos inesperados, quando já não se tem mais há algum tempo, indícios de tal comportamento, se dá pelo fato de que algo fez com que o registro fosse acessado. Alguma experiência que se repete e que de alguma forma despertava aquele sentimento, acabou sendo repetida mesmo que de forma sutil. E foi suficiente para despertar esse comportamento e então o paciente perder o estado de calma. E a perda do estado de calma do paciente é o ponto de entrada do terapeuta. É ele que mostrará aquilo que deve ser trabalhado. A abordagem conduz a esse sentimento de perda da calma.

Mas o terapeuta permanece centrado nessa calma do coração, pois ele será o exemplo de como criar a paz a partir do interior e da confiança em Deus. Mas a provocação ao paciente se faz necessária, sempre com leveza, para que o paciente se veja nesse estado de não calma ou de irritação e desconforto. Essa é a porta aberta para adentrar nas dores mais profundas da alma. Mas lembrem-se, jamais pela fala e sempre pela leitura energética da situação. É a energia que irradiada que mostrará a perda da calma do paciente e não somente as reações. Falamos de uma abordagem energética aqui.

Essa manifestação de impaciência está presente somente naqueles que não trabalharam os seus registros internos mais profundos. Que somente poderão ser acessados envolvidos em amor e luz. Nessa situação de não calma há o envolvimento do amor do próprio terapeuta, que se manterá nessa calma para que em equilíbrio possa se utilizar da porta de acesso que lhe foi aberta. Há que se ter equilíbrio para a leitura energética, ela não é feita por aqueles ainda fechados ao amor. Há que se ter muita compaixão nesses momentos.

1ª ETAPA: OS PRIMEIROS 21 DIAS – OLHAR INTERIOR

Para isso, primeiramente o paciente passa pelo processo de 21 dias, onde vive a descoberta interna de todos os seus medos. Os medos serão expostos pelo terapeuta que o orientará a se observar em situações semelhantes. Passa a treinar o comportamento de calma, que quer ver manifestado em sua vida. E nesse período poderá sentir o que é viver envolvido nessa nova realidade. Nesse primeiro ciclo há apenas a observação interior com a aceitação das reações, deve ser aconselhado que não haja o envolvimento ou a reação. É a hora de treinar a calma interior. As situações são abordadas e então observadas apenas interiormente.

A terapia inicia em a pessoa se colocar à disposição de passar 21 dias olhando para o próprio interior, silenciando a mente.

A busca por respostas deve cessar por esses 21 dias, as perguntas onde são levantados os próprios problemas também. A pessoa não deve falar de problemas dela. Se algo incomoda, deve somente escrever e trabalhar aquela dúvida com ela mesma, buscando nela a resposta. Silenciar. Não falar dos problemas com as pessoas. Não pedir ajuda. Não fazer absolutamente nada nesses 21 dias. Simplesmente silenciar a mente. Permitir que nesses dias a chegada de informações cesse. E se abra o coração. Para então vir chegando a calma.

Então ela terá que ficar 21 dias sem falar nada sobre ela mesma. Apenas ficar em silêncio e se algo incomoda e tiver muita vontade de falar ou de conversar, deve escrever e ler o que escreveu a si mesma e buscar pela resposta. Imaginar como se estivesse presa em uma ilha ou algum lugar sozinha onde não tivesse ninguém para olhar ou falar ou ouvir, além de ela mesma. Esses 21 dias deve ser de encontro com ela mesma, que é o que as pessoas evitam olhar, arrumam distrações para não olhar para elas. Elaboram perguntas, divagações, reclamações, como distração para não olhar para dentro de si mesmas. Por isso ela deve silenciar a busca por informações tanto na internet quanto em livros e com as outras pessoas também. Apenas manter leituras de mensagens de autoajuda dos mestres. Por 21 dias. Após isso começaremos a próxima fase.

Após essa etapa, virão as oportunidades de manifestação desse comportamento para o meio externo. Pois antes era algo que permanecia real somente no processo interior. A exposição a fatos que despertam esse sentimento, foi cessada por esse período de 21 dias, para que pudesse ser ancorada a realidade que o paciente quer ver manifestada e vivida, experienciada. Essa seria a fase 1 do processo.

2ª ETAPA: 21 DIAS – IDENTIFICAÇÃO DOS GATILHOS EMOCIONAIS E ACESSO AOS REGISTROS AKÁSHICOS TRABALHANDO COM A CHAMA VIOLETA/CRISTAL

Após esses primeiros 21 dias, há então a abertura ao externo. Essa abertura será como o trabalho de campo. Onde o paciente perceberá situações ocorrerem onde não consegue manter aquele estado de calma. Começa a alimentar um sentimento de desespero por não saber o que fazer a respeito. Está diante do combustível que desperta o sentimento negativado e não sabe como trabalhar com isso. Afinal, a realidade é essa e agora, em campo, não é capaz de manter o padrão de pensamento conquistado anteriormente. Agora a dor está aberta, o desiquilíbrio será sentido, pois ele verá que não controla suas reações e isso será causa de profundo pesar. Causará as mais diversas reações, como tristeza, ira, desespero, mas esses são os sentimentos da ferida exposta.

Nessa segunda etapa virão os questionamentos, o paciente deve ser orientado a se questionar, a ouvir a opinião das pessoas sobre seus comportamentos. Deve buscar pelas respostas, tentar resolver as situações pendentes muitas vezes encarando todos as restrições de frente, com verdade absoluta.

Percebam, que primeiramente a pessoa experimenta o estado de perfeição que quer para a própria vida, para que tome conhecimento que é possível e é real. Então é colocado diante de situações onde percebe que não é capaz de permanecer naquele estado conquistado. E esse desafio é o que movimentará a mudança e permitirá a liberação. Pois como disse o livre arbítrio deve ser respeitado. E a purificação deve partir de uma profunda necessidade de mudança. Esse ciclo então pode ser repetido até que se torne algo que realmente fará o paciente a ver a necessidade de mudança interior para sua própria melhora.

Mas agora já vive uma realidade diferente, pois não mais é um desconhecedor de suas próprias capacidades. Percebe que em algum lugar dentro de si mesmo reside aquela pessoa com o comportamento desejado, mas não consegue encontrar a porta que abre a esse caminho novamente.

Pois então é quando começamos a identificar os gatilhos que despertam tais sentimentos. O terapeuta observa todos os relatos e comportamentos pois aí estão as causas dos comportamentos que contribuem para que a pessoa não consiga se libertar da malha energética de sofrimento.

Passa então a identificar em quais pontos necessita trabalhar os acessos aos registros akáshico. Percebe onde existem as restrições e os temas que devem ser investigados.

Nesse ponto, são trabalhados os registros na limpeza da chama violeta-cristal. E juntamente com a terapia que limpa e desconecta os registros que são os gatilhos de sofrimento, o terapeuta segue trabalhando na pessoa a melhora de comportamento naquela restrição anotada para que não repita o comportamento que já não é mais alimentado pelo registro akáshico.

Ao final do segundo ciclo de 21 dias será o momento da liberação do akáshico. Da limpeza interior. Então inicia-se um novo ciclo de 21 dias, o terceiro.

3ª ETAPA – 21 DIAS – LIMPEZA ENERGÉTICA DO CORPO FÍSICO E MANIFESTAÇÃO DO NOVO “EU”

A pessoa começa a entrar em uma nova fase, que seria a fase 3 da terapia presencial, que é simplesmente viver como viveu os seus primeiros 21 dias, em meio àquelas situações que despertavam o sentimento reativo, mas agora sabendo como atingir o estado de plenitude e calma, e não mais permitindo a atuação de lembranças dolorosas que estavam armazenadas no akáshico. A pessoa torna-se capaz de transformar a própria vida de acordo com a perfeição experimentada nos primeiros 21 dias.

Nessa terceira etapa, serão intensamente trabalhados os sentimentos de perdão e liberação, aceitação do novo recomeço e manifestação do novo nas vidas dos pacientes.

A pessoa já começa a perceber que se tornou um novo Ser, que já vive de forma mais leve diante dos mesmos gatilhos emocionais que causavam a manifestação de comportamentos indesejados. Aqueles gatilhos já não causam mais reações. O paciente começa a perceber como já se tornou mais forte, mais equilibrado diante dos desafios da vida.

As experiências da matéria não cessam, elas permanecem e a exposição do paciente às situações onde eram despertados sentimentos inferiores continuam. O que muda a partir daqui é simplesmente a reação do paciente diante desses mesmos fatos, onde ele já se percebe conseguindo preservar a calma e o equilíbrio.

Em alguns momentos, pode haver desequilíbrios devido ao período de adaptação ao novo, e devido ao fato do paciente ter permanecido durante toda essa encarnação reagindo de forma diferente diante dos mesmos fatos. Portanto, a necessidade de trabalhos de limpeza dos corpos e acompanhamento terapêutico.

Essa é a fase de implementação do novo na vida do paciente, e naturalmente haverá a necessidade desse período de 21 dias de adaptação, para então surgir o empoderamento, onde o paciente começa a descobrir-se uma nova pessoa com novas reações diante dos mesmos fatos. Isso começa a ancorar nessa pessoa a confiança e a fé. Todas as experiências pelas quais o paciente passar nesse período, serão aglutinadas no oitavo chacra, vão alimentando o registro com experiências positivas e de empoderamento, que vão construindo a sabedoria interior, a mestria.

Todo esse processo, compreendido por essas três etapas, é o que fará a liberação dos aspectos que hoje não permitem que as pessoas se encontrem com elas mesmas. Ao encontrarem-se e trabalharem na prática essa nova realidade de Ser através desses exercícios e dessa terapia, a pessoa já não repetirá mais os mesmos erros, pois a terapia proposta também faz com que sejam agregadas experiências de sabedoria ao registro do paciente, que o fará caminhar com as próprias pernas e seguir em sua vida com mais confiança e força.

Em todas as etapas o terapeuta fará a limpeza dos corpos com a recomendação de exercícios de purificação interior. Em todos as etapas serão recomendadas as limpezas necessárias dos pontos do corpo interligados ao registro akáshico que causa a restrição. A limpeza dos corpos trará o desacumulo energético a permitir que o processo se dê com leveza e ancoragem. Até o ponto que o paciente já não necessite dessa ajuda e esteja purificado a caminhar com suavidade pela vida, irradiando seu novo modo de ser, já manifestando a sabedoria adquirida em sua própria vida e também levando isso às suas experiências.

Sou Kuan Yin
Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem! 
Blog Feminino Quânticohttp://www.femininoquantico.com.br/2017/01/iniciando-terapia-transformacional-kuan.html