segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

LUA NOVA EM CAPRICÓRNIO: LIBERTAÇÃO INTERIOR


Por Natalia Alba
28 e 29 de Dezembro de 2016

Meus amados,

À medida que encerramos 2016 – um ano de integração da alma e de automestria – somos abençoados com uma Lua Nova, de terra, a 7 graus de Capricórnio, cuja essência vai estabelecer o cenário perfeito para que celebremos tudo o que alcançamos e aprendemos durante este ano e este ciclo de integração consciente e lembrança. É um momento para aproveitar quem nos tornamos, enquanto continuamos moldando, em nossos domínios interiores, a Nova Realidade em que estamos prestes a entrar. Um tempo para honrar nossa Centelha Crística, um tempo para apenas ser e observar para onde vamos ver se este é o lugar em que a nossa alma realmente deseja estar ou se ainda estamos indo na direção de nossos desejos humanos egoicos.

Esta Lua Nova não somente nos ajudará a curar as antigas situações e conflitos internos, que nosso eu inferior ainda mantém, mas também para nos lembrar da importância que fazer coisas tangíveis têm em nosso mundo denso, em vez de apenas viver no domínio etéreo de meros sonhos, permitindo que nossas visões desapareçam no ar. Isso nos traz a dádiva de construir fortes bases exigidas por nossas visões internas para florescer no físico, à medida que nos aprofundamos no mês de janeiro e no ano de 2017, um ano em que, aqueles que escolheram conscientemente isso, finalmente se afastarão da matriz 3D, porque não podemos mais habitar em um mundo cuja frequência é diferente de uma que realmente mantemos.

Na época da Lua Nova, temos muitos planetas no signo terreno de Capricórnio, juntamente a uma forte quadratura em T nos nossos céus (exatamente em 26 de dezembro) formada entre Júpiter em Libra, Plutão em Capricórnio, e Urano em Áries – todos eles nos convidam para nos desvencilhar de mais das velhas estruturas e libertar-nos do que está nos impedindo de manifestar uma nova jornada semeada com todas as visões anímicas, amor e alegria que gostaríamos de trazer para nossas vidas, mas que às vezes nos demoramos devido à procrastinação, que surge de nosso medo do desconhecido.

Tudo primeiramente é criado em nossos domínios internos e isso é porque, neste período retrógrado, estamos sendo lembrados acerca da importância de recriar conscientemente nosso novo caminho, a partir de dentro, mas sem permanecer aí, à deriva, se desejamos ter um equilíbrio entre nossas realidades interna e externa. Capricórnio nos dá esse equilíbrio de modo que não caiamos na armadilha das ilusões, procrastinando o nascimento de nossas novas criações, sempre aguardando pelo momento perfeito, que é sempre ir para o Agora.

Capricórnio nos ajuda a lembrar da importância de agir como mágicos alquímicos que nós – em essência – somos, expandindo nossos desejos para o nosso plano denso, visto que é por isso, principalmente, que decidimos vir aqui – para dominar a arte de trazer para o tangível o que se originou em nosso plano mental. Na verdade, não estamos ascendendo, porque nossas almas não precisam de ascensão, uma vez que sempre permanecem puras nos Reinos Superiores da Iluminação, conectadas a Tudo o Que É. Nosso verdadeiro desafio reside em dominar um corpo humano e self inconsciente para   lembrarmos novamente de nossa natureza divina, bem como para fazer descer no físico toda a magia, unidade e perfeição que reside em nossa alma. Não é a nossa alma que precisa evoluir, mas, em vez disso, é o nosso eu humano que precisa ascender.

Nesta época amorosa e introspectiva, temos, por um lado, o regente da Lua Nova, Saturno, em um trígono com Urano e em quadratura com Quíron. É aí que navegamos profundamente em nossos domínios internos ocultos e damos boas-vindas a qualquer sentimento e experiência de vida passada que o nosso eu inferior ainda esteja rejeitando, porque é aí onde a verdadeira cura começa. Esse alinhamento cósmico é uma dádiva para que acolhamos plenamente o que nós, como humanos, tendemos a separar, ao julgar nossos sentimentos como bons ou maus e a evitar o sofrimento, que é o nosso melhor professor, e começar a aceitá-los como parte de nosso crescimento anímico e experiência humana, porque esse é o único meio em que podemos finalmente encontrar a liberação.

Por outro lado, também temos a Lua Nova de Capricórnio em conjunção com Mercúrio, que está no signo cardinal de Capricórnio, igualmente. O mensageiro alado, em Capricórnio, nos ajuda a ser organizados em pensamento e ter clareza em nossas escolhas, construindo com precisão nossas novas vidas, a partir de um lugar de unidade, com o nosso verdadeiro plano de Alma, em vez de permitir que a ânsia de nosso eu humano inferior faça escolhas inconscientes, que não estejam alinhadas com a nossa verdadeira vontade. Trata-se de um convite para que examinemos, desde o nosso plano mental, se criamos os recursos físicos de que necessitamos para nos sustentar ou se ainda mantemos uma frequência de falta internamente.

Como Almas em ascensão, sabemos que não se trata apenas de nos tornarmos Um com a nossa parte que podemos visualizar outros planos da existência e dimensões, mas também de estabelecer o equilíbrio apropriado entre esses dois estados de ser, visto que a verdadeira mestria só é alcançada quando fazemos uma ponte das nossa visões internas com a nossa parte que é física, ao experimentar nosso domínio denso e ajudar, ao ancorar em nossa realidade humana, a nossa exclusiva Centelha de Luz.

Lembrem-se de que Mercúrio é apenas um reflexo de uma parte nossa que precisa de silêncio neste momento. Mercúrio apenas está retrógrado a partir de nossa perspectiva humana, visto que se trata de uma ilusão de ótica que temos da Terra. Como seres conscientes e despertos não concentramos nossa intenção em temer as forças externas que estão aí somente como outra forma de consciência, que experimenta o próprio caminho por meio da Criação. Escutamos as suas mensagens e compreendemos o que verdadeiramente é, e não o que a nossa mente humana quer nos fazer acreditar.

Como sementes da Nova Terra, que vimos aqui conscientemente com a missão de ser amor e de ajudar os outros a se lembrar, não tememos Mercúrio retrógrado, uma vez que não nos separamos mais, porque compreendemos que se trata de uma frequência lembrando-nos de que nos tornemos simplesmente eternos observadores e vejamos que aspectos nossos e de nossa vida devem ser transformados, purificados ou sanados. Somos gratos por essas energias que nos ajudam a receber mais orientação acerca de nosso novo caminho e dar boas-vindas a cada simples ciclo dentro da Criação, sabendo que eles todos são fundamentais para manter a harmonia apropriada, interna e externamente, que todos nós precisamos para ter uma vida equilibrada.

Aproveitamos essas forças e criamos, a partir de dentro, algo que vai beneficiar a todos nós. Não rejeitamos o nosso aspecto humano, nós o sustentamos, bem como os nossos veículos físicos, mas distinguimos o que é real de outras formas de ilusão, que apenas impedem o crescimento de nossa alma e nos fazem cair no velho reiteradamente. Perguntem-se se vocês estão manifestando, como os criadores que vocês são, todos os recursos necessários para vocês, no físico, visto que Mercúrio em Capricórnio, também nos convida a refletir sobre isso, ou se ainda tememos que as forças/seres externos possam controlar nossas vidas, nos impedindo de manifestar toda a abundância e outras formas infinitas de amor que realmente merecemos como seres divinos e poderosos dentro da Criação.

A Lua Nova de Capricórnio não só fará conjunção com Mercúrio, como também com Plutão, o planeta do poder, que também está em Capricórnio. Plutão nos dará a força de que estamos precisando para fazer todas as mudanças importantes, que são necessárias em nossas vidas para que transformemos o nosso aspecto ou a nossa realidade atual, que não estejam alinhados com o plano de nossa alma. É um momento, e ainda mais com Mercúrio em câmara lenta, para interromper todo ruído mental, comungar com a sua alma e perguntar-se como vocês utilizam a sua preciosa energia e intenção. Como vocês utilizam o seu poder? Vocês utilizam-no para transmutar as cinzas do velho em novas oportunidades, libertando-se dos antigos padrões de pensamento que os estão limitando? Ou ainda estão entregando o seu poder aos outros, permitindo que eles ditem a sua realidade?

O que quer que vocês escolham criar, isso sempre vai conduzi-los para o caminho correto, independentemente de quanto tempo levar, procurando nos lugares “errados”, trata-se apenas de toda a sabedoria que vocês vão adquirir no meio disso tudo. Porque vai ajudá-los a se lembrar de quem vocês são e dos dons que vocês carregam internamente nas profundezas da sua alma para compartilhar com todos.

Nesse mesmo dia poderoso, também teremos Urano, o planeta da transformação, em movimento direto novamente. Urano será um energia impossível de ser interrompida, que utilizada de modo sábio, pode conduzir-nos à verdadeira mudança e transformação. Quando Urano estava retrógrado, a mudança ocorreu internamente, revisando o que deveria ser transformado e liberado. Não se trata de tentar mudar as condições das circunstâncias exteriores, mas de fazer isso com os nossos eus para começar com o que vai mudar a nossa realidade física. Urano nos ajuda a fluir com a mudança e com os ciclos naturais da Criação. Não importa como o nosso eu humano os perceba, porque para o nosso ser humano, a mudança é desconfortável, visto que implica no afastamento do conhecido.

Urano pode ser uma força abrupta e desafiadora, que literalmente nos sacode até o nosso amago, para nos ajudar a lembrar de que o nosso senso de linearidade e de fixação está apenas em nossa mente humana, despertando-nos para a verdade que a nossa realidade – quer gostemos dela quer não – está constantemente mudando e nós também, e que é somente quando nos adaptamos à mudança, compreendendo que, com a mudança vem o progresso e o fluxo, em vez de resistir, o que é natural, que podemos realmente mudar o exterior e navegar através da linha do tempo que escolhemos, não a partir de um lugar do ego, mas de um puro lugar da alma, de sabedoria e clareza.

Esse é um período abençoado para nos lembrar de quem nós somos, visto que isso fará toda a diferença para manifestar a vida a que estamos destinados, como criadores maravilhosos que realmente somos. Não naquilo que chamamos de futuro, ou quando algo de fora veio nos ajudar a manifestar nossos verdadeiros desejos, mas Agora. No momento presente é onde temos todo o poder para originar novos começos, novos resultados que estejam alinhados com a essência de nossa alma e com o plano divino.

É somente neste momento do Agora que existimos, não há outro momento para olhar para trás, uma vez que não é mais real, apenas existe em nossa mentes, em outras dimensões, que não estão mais conectadas com quem somos Agora. Utilizem o poder deste momento para expandir o seu coração para níveis superiores de amor, e a partir de um lugar de total rendição e confiança no divino, comecem a criar as experiências que vocês verdadeiramente desejam ter, com a alegria de saber que o melhor, mesmo desconhecido para nós, ainda está por vir.

Tomara que esta amorosa estação os façam recordar-se de quem realmente vocês são e da importância da sua presença na Criação. Que vocês possam conhecer tão-somente bênçãos, amor e alegria em seu caminho ascensional divino e infindável.

Com amor e luz, sempre

Natalia Alba
Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem! 
Fonte secundária: Adavai Blog
Tradução: Ivete Brito (adavai@me.com)

Um comentário:

Agradeço antecipadamente o seu comentário! Ele será respondido o mais breve possível!