segunda-feira, 18 de abril de 2016

RELATÓRIO DE ENERGIAS ( MERCÚRIO E PLUTÃO RETRÓGRADOS)


Por Natália Alba
17 de Abril de 2016

Meus amados,

Para alguns de nós, estes podem ser tempos desafiadores, mas, como sempre, apenas nos trazem mais conscientização acerca do lugar em que estamos colocando a nossa preciosa energia/Força Vital e onde a estamos disseminando, ao nos envolver nos antigos jogos ilusórios humanos. Cada encontro é único e divino, até mesmo que possa parecer “negativo” para o self humano, é realmente uma dádiva para nos conscientizarmos plenamente de que aspectos nossos não estamos ainda vendo/unificando. A cada interação/desafio/situação, somos “forçados” a nos conscientizarmos mais, quanto a se estamos utilizando o nosso poder para nos manter firmes na verdade, ou se ainda não estamos apreciando todos os aspectos de quem somos, e ainda escolhemos participar no que não nos traz luz.

Como uma confirmação daquilo que já estamos vivenciando internamente, hoje, o guerreiro, Marte, finalmente volta a ficar retrógrado, e também em um signo de fogo – Sagitário – até 30 de junho. Fogo é poder, queima o que não serve mais, transmutando e purificando tudo o que toca, mas se o administramos em excesso, ele pode destruir. Marte retrógrado, assim com Plutão no dia seguinte, nos dá coragem para desfazer o que não é necessário e colocar apenas a nossa Luz exclusiva onde for apreciada – ao manter interações conscientes – e nos lembrando de que o verdadeiro poder de um guerreiro não reside em lutar ou convencer alguém, mas em permanecer firme em seu amor/poder, independentemente de como lá fora possa parecer no momento. Não podemos controlar as outras pessoas, nem as condições, mas podemos sempre controlar e decidir como reagimos àquilo que nos proporcionam.

Para mim, acima de todas as limitações, que parece haver em se ter um planeta retrógrado, isso não é nada, mas um presente cósmico para que examinemos os nossos aspectos que ainda não estejam unificados, bem como refletir acerca daquilo que já estamos criando internamente, antes de agir de modo impulsivo, com uma orientação clara para onde estamos nos dirigindo. Quando saímos da astrologia e da nossa perspectiva humana limitada, somos capazes de visualizar o cenário completo, ao perceber que, na verdade, nenhum planeta está realmente se movimentando para trás, nos conscientizando do fato de que Marte retrógrado é apenas uma expressão externa do que já estamos sentindo, de antemão, internamente. Marte não está nos fazendo nada, como outra forma de consciência na Criação, está seguindo o seu caminho para a Fonte. Apenas temos que desfazer todas as antigas crenças que temos acerca das Forças externas, em vez de nos diminuir e reduzir o nosso poder.

Quando Marte está em Sagitário, em movimento lento, é um convite para que dirijamos o nosso fogo interno para formas construtivas. Ele nos convida a nos perguntar: Estamos livres de nossas lutas internas, antes de criar novas coisas em nosso caminho, que também vão refletir o nosso estado interior? Ou é necessário que primeiramente nos voltemos internamente e integremos o que ficou fragmentado? Tudo isso se refere ao modo como dirigimos o nosso poder, e a utilização que fazemos dele, mais do que simplesmente agir e criar o tempo todo. Para o Universo, não existe diferença em se criar internamente ou o que consideramos manifestação física, para o Cosmos, tudo que criamos a partir de dentro é tão real quanto é para nós quando vemos com os próprios olhos.

No dia seguinte, 18 de abril, Plutão, o planeta da regeneração e do poder, também vai ficar retrógrado, algo que vai nos ajudar a prestar a atenção em nosso propósito pessoal e no processo de cura também, à medida que Plutão traz para a luz nossas sombras internas e os nossos aspectos que devem ser curados, pela transformação interna e regeneração. Isso não é algo que devamos ver como negativo, mas como algo que vai iluminar tudo o que está oculto em nosso âmago e que precisa ser acolhido e integrado com uma forma mais elevada de sabedoria. Ambos os planetas retrógrados, Marte e Plutão, vão nos ajudar bastante a nos conhecer mais e a compreender como criamos, visto que este processo não é fácil, em absoluto, e teremos um período maravilhoso para perceber se dirigimos e canalizamos, de maneira adequada, nossas Forças Vitais – responsáveis por nossas criações – ou se não estamos utilizando-as sabiamente, trazendo à baila também questões de autoestima e de confiança, que novamente vão servir para que apreciemos todos os nossos aspectos, em vez de os julgar.

Tempo para que todos nos mantenhamos firmes em quem somos e em quem escolhemos nos tornar. Não deixamos que os outros ditem a nossa realidade, não fazemos mais isso. Como seres conscientes, não escolhemos enfrentar a falta de conscientização, mesmo que respeitemos o fato de que outras pessoas tomaram essa decisão, como nós, há muito tempo, escolhemos incorporar o nível superior da consciência. Podemos ser desafiados, podemos estar profundamente tocados pelas circunstâncias externas, que não podemos controlar, mas sabemos, porque decidimos recordar, que somos seres livres, que optaram por sempre amar e manter a clareza acima de todas as outras formas de ilusões.

Com amor, sempre,

Natalia Alba.


Respeite os créditos ao compartilhar a mensagem! 
Blog Feminino Quântico:http://femininoquantico.blogspot.com/2016/04/meus-amados-para-alguns-de-nos-estes.html
Fonte primária: http://www.starseedsoul.com/
Fonte secundária: https://www.adavai.wordpress.com

Tradução: Ivete Brito (adavai@me.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço antecipadamente o seu comentário! Ele será respondido o mais breve possível!